PENSO, LOGO, BLOGO!

Blog inserido no debate político e de fatos importantes do Município de Londrina (y otras cositas más), que pretende trazer a visão desta jornalista e cidadã londrinense. Lorena Pires Rostirolla (MTB/PR 2.943)

17 de jun de 2009

NÃO ESTOU DE LUTO... ESTOU VERMELHA DE INDIGNAÇÃO


Hoje não enterrei um sonho.

Um sonho eu tive em minha adolescência e juventude.

Um sonho que comecei a tornar realidade aos 21 anos quando ingressei na Universidade Estadual de Londrina para cursar Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, já com dois filhos e morando no Conjunto Habitacional Aquiles Stenghel.

Hoje, ao saber da decisão do STF, passaram diante dos meus olhos todos os sacrifícios que fiz para me preparar para o vestibular e para concluir meu curso, toda a minha trajetória, todo o meu trabalho. Sem esquecer o apoio da minha família.

Hoje pensei também nos meus colegas de profissão. Aqueles que estão indignados. E aqueles que estão conformados. Aqueles que também lutaram para cursar uma faculdade e aqueles que nos ensinaram nos bancos de todas as universidades do país. Aqueles que se sacrificaram pela profissão de diversas maneiras, seja lutando pela sua regulamentação ou se submetendo a patrões que tinham como menor preocupação a qualidade da informação e a ética. Ou ainda aqueles que sofreram torturas ou foram mortos na ditadura, ou mortos como o Tim Lopes e outros tantos jornalistas mortos e ameaçados por todo o país por tentarem levar a informação à sociedade.

Hoje enterrei mais um tanto de credibilidade que ainda podia ter na justiça, comprada pelo patronato, pelos "donos" da indústria irresponsável da Comunicação. Aquela que ao invés de usar a palavra para levar a verdade da informação, a utiliza como instrumento de barganha e de manutenção do poder a seu favor.

Pensei até em dizer que hoje estaria enterrando, não meu sonho, mas minha realidade.

MAS NÃO VOU FAZER ISSO COMIGO. EU TENHO VALOR. MINHA PROFISSÃO TEM VALOR. E JORNALISTAS SÉRIOS TÊM VALOR.

E AMANHÃ VOU ESTAR NA CÂMARA MUNICIPAL DE LONDRINA, ÀS 14H, PARA MOSTRAR MINHA INDIGNAÇÃO.

E VOU ESTAR DE VERMELHO. PORQUE VERMELHO É A COR DA MINHA RAIVA. VERMELHO É A COR DA MINHA INDIGNAÇÃO. VERMELHO É A COR DO MEU SANGUE E DE MEUS COLEGAS DE PROFISSÃO. E ERA TAMBÉM A COR DOS MUITOS QUE MORRERAM DEFENDENDO O DIREITO À PALAVRA, À EXPRESSÃO, À INFORMAÇÃO E À VERDADE.

ASSIM COMO DEVERIA ESTAR VERMELHA DE VERGONHA A "CARA" DAS EXCELÊNCIAS QUE VOTARAM PARA DESTRUIR ESTA CONQUISTA DO JORNALISMO E ESTÃO DESTRUINDO A REALIDADE DE PROFISSIONAIS E OS SONHOS DE MILHARES DE UNIVERSITÁRIOS EM TODO O PAÍS.

3 comentários:

Raquel disse...

Em respeito à competência dos profissionais de jornalismo no Brasil, especialmente, minha mãe, Lorena.

Nesse momento, tão importante para o crescimento de uma nação, sinto vergonha das decisões tomadas por alguns, mas que mudam a vida de muitos.
Sou brasileira, mulher, e tenho a qualidade (ou defeito... rsrsrs) de sempre acreditar que o mundo pode melhorar. Eu acredito no trabalho dessas pessoas, e acredito ainda mais nos sonhos dessas pessoas. Elas tiveram um sonho e os transformaram em realidade. Batalharam anos (pra quem já tem carreira) para concretizar planos, e com pequenos argumentos mudaram a sociedade, mudaram o país. Não é justo que em pleno século XXI, depois de tantas conquistas, o jornalismo, uma das armas mais poderosas na era em que estamos, venha a ser comparado com singelas profissões. Que os profissionais dessa área sejam esquecidos, massacrados por um pequeno grupo parlamentar. De verdade sinto vergonha.
Decidi escrever isso tudo porque vejo o amor que minha mãe tem à profissão, e sei que esse desabafo é apenas uma pequena mostra da minha repulsa pelos poucos poderosos (Gilmar Mendes - STF) desse país. Mas tenho certeza que a ética, os valores e os princípios dessa categoria podem mudar mais uma vez o Brasil.

Todo o meu apoio, sempre...

Danilo disse...

Lorena, você acredita que, bem no dia em que eu peguei minha carteira de trabalho lá o Ministério do Trabalho com o registro de "Jornalista", o STF decidiu isso tudo? Minha alegria durou exatas 4 horas. Parabéns por sempre lutar por esta causa. Quero ser apaixonado pela profissão, como você me mostrou que é.

Lorena disse...

Obrigada, Danilo. Temos que continuar lutando. Já conseguimos tanta coisa com esse nosso trabalho de formiguinha. Tenho certeza que agora conseguiremos mais. Temos de lutar para derrubar essa decisão de outra forma: com a legitimidade de uma emenda constitucional.

É mais que urgente que, nós, jornalistas acompanhemos de perto como estão rolando as coisas e buscando informações e cobrando o papel de nosso sindicato e da Fenaj.

Beijos, menino... e saudades.

Obs: Aliás, temos de reunir nosso pessoal.