PENSO, LOGO, BLOGO!

Blog inserido no debate político e de fatos importantes do Município de Londrina (y otras cositas más), que pretende trazer a visão desta jornalista e cidadã londrinense. Lorena Pires Rostirolla (MTB/PR 2.943)

14 de jul de 2009

Maioria dos vereadores é contra perueiros

A maioria dos vereadores e vereadoras se posicionOU (desculpem o grave erro de concordância que eu havia ometido) contra o possível projeto de lei que estabeleceria o transporte de passageiros por vans e kombis (perueiros), inclusive assumindo publicamente com um protocolo de intenção de compromisso proposto pela vereadora Sandra Graça (PP) e assinado por mais 11 vereadores.


O vereador Jacks Dias encaminhou release à imprensa em que expõe sua opinião contrária ao estabelecimento do sistema de perueiros, que atua na clandestinidade e tem sido dor de cabeça nos grandes centros urbanos. Abaixo release do vereador:

Jacks Dias é contra precarização do transporte coletivo
O vereador afirmou hoje (14) que o projeto de lei que propõe a liberação do transporte de passageiros em vans reacende um debate já vencido, inclusive judicialmente, em Londrina

“Quem não lembra o embate, criado em 2002, pelos perueiros, tentando garantir a entrada de vans e kombis para fazer o transporte urbano de passageiros na cidade”, recordou Jacks Dias. O vereador reforçou que, na época, além da posição contrária da Administração Municipal e da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), respaldada legalmente, os próprios perueiros tiveram várias liminares indeferidas pela justiça, confirmando a posição do Executivo Municipal.

O respaldo legal que proíbe serviços prestados de modo informal, por meio de vans ou veículos similares, está estabelecido na Constituição da República, no Código Brasileiro de Trânsito e no Código de Posturas do Município de Londrina. “E não podemos esquecer que este tipo de serviço não atende vários requisitos fundamentais do serviço de transporte coletivo urbano”, frisou Jacks Dias.

Segundo o vereador, este serviço não está preparado para atender emergências em caso de acidente de trânsito, não obedece regularidade de horário e nem atende áreas de difícil acesso e onde há risco de assalto, não paga encargos públicos, não possui veículos de reserva e não tem motoristas com experiência comprovada para o serviço. “Outros benefícios importantes não são oferecidos pelos perueiros como o passe escolar, a gratuidade para idosos, deficientes, crianças e entidades assistenciais e, principalmente, este tipo de transporte não oferece a integração que contempla o usuário com passagem única para vários percursos”, enfatizou Dias.

De acordo com Jacks Dias, é preciso muita responsabilidade com os serviços públicos de que a cidade dispõe. “Com este tipo de proposta, depois inclusive da apresentação de um relatório na CEI [Comissão Especial de Inquérito] que não contempla a questão da integração - uma conquista dos trabalhadores de Londrina – corremos o risco de ter o serviço precarizado em nosso município”, alertou.

Outro fator importante lembrado pelo vereador é que este tipo de ação vai encarecer mais ainda a passagem das empresas regulares do transporte coletivo urbano já que a tendência é redução de usuários no serviço, o que viria incidir na planilha de cálculos da tarifa. “A população londrinense tem de saber o que está acontecendo para poder evitar e é nossa obrigação, como vereador, informar e alertar os cidadãos e cidadãs”, concluiu.

6 comentários:

Alisson disse...

em nenhum um momento ele pede a redução da tarifa. só pode ter rabo preso mesmo esses vereadores.

A tarifa é cara só pobre anda de ônibus. O dono é um assassino que mandou matar um trabalhador em são paulo. a empresa junto com a cmtu e polícia reprime manifestantes, demitiu inúmeros cobradores, o motorista acumula funções sem ganhar mais por isso, colocando em risco a vida de quem usa o ônibus. E agora vem falar de responsabilidade, defender aumento de tarifa, sendo eleito por um partido que se diz defensor dos trabalhadores. tenha dó.

Anônimo disse...

Este blog é do Jacks Dias? Ele paga vc para escrever? Vc tem cinculo politico com ele?

Lorena disse...

Este blog não é do Jacks Dias. É meu. Mas entendo sua pergunta porque provavelmente você não me conhece.

Eu tenho vínculo político com o Jacks sim. Ele é do mesmo partido que eu, o PT. Partido ao qual sua filiada há muito tempo e onde faço parte da direção executiva. Mas abaixo coloco o meu perfil e ele está no blog. É só acessar:

"Sou jornalista formada pela UEL, cantora, poetisa, servidora pública municipal (desde 1993), petista e mãe. Minha atuação política sempre foi no Partido dos Trabalhadores, onde, de 1996 a 1998, fui membro da executiva como vice-secretária geral; de 2001 a 2005, secretária de Comunicação e de 2006 a março de 2008, integrante da Secretaria Estadual de Mulheres do PT e membro dos setoriais de Mulheres e de Saúde do PT municipal. Nesta gestão sou vice-tesoureira na direção executiva. Como servidora pública, de 1993 a março de 2001, fiquei lotada na Secretaria de Saúde e como sou jornalista fui chamada a atuar no Núcleo de Comunicação da Prefeitura de Londrina como assessora de comunicação de 2001 até abril de 2009. Atualmente estou cedida para a Câmara Municipal de Londrina, no gabinete do vereador Jacks Dias, do PT."

E não recebo do Jacks para escrever em meu blog. Mas como sou coerente e acredito no trabalho que faço, quando encaminho um release para a imprensa, também coloco em meu blog. Principalmente assuntos que são tão importantes para a comunidade e para aqueles que acessam meu blog, já que a mídia não tem interesse nenhum em fazê-lo. Cobram que os vereadores divulguem o que fazem, mas omitem estas informações através do seu silêncio.

Se tiver mais alguma dúvida estou à disposição.

Só quero esclarecer uma coisa: No InfocoInloco eu transmito o que penso e o que acredito. Este não é um site jornalístico empresarial. É um blog de uma jornalista independente que acredita em um projeto, o do Partido dos Trabalhadores, e que o defende. Não faço com meu blog o que alguns outros jornalistas e não jornalistas fazem: não invento, não sou raivosa, não finjo que sou quem não sou e, essencialmente, não utilizo o instrumento "Internet" para enganar ninguém.

E, principalmente, não desrespeito quem não pensa como eu.

Lorena disse...

Caro Alisson, se você leu mesmo o que está escrito em minha postagem verá que o vereador não defendeu valores de tarifa.

Defendeu contra a inserção em Londrina de um serviço que seria prestado de forma irregular e que em outras cidades como São Paulo e Rio de Janeiro foi uma das formas de burlar a lei e pior, muitas vezes de transgredi-la, inclusive com a formação de máfias e, inclusive, com ligação direta com o crime organizado. Mas acho que no release do vereador está bem explicado o que ele pensa.

Quanto à questão que você falou do dono (que não sei quem é) se pode provar, denuncie.

Em nenhum momento vi o Jacks defendendo aumento de tarifa. Até porque sempre o vi defendendo os trabalhadores. E nem me preocupo se você acredita nisso ou não, já que seu discurso é de quem realmente não conhece a pessoa do vereador e nem o real trabalho do partido ao qual sou filiada. E também não vi o Jacks defendendo dono de empresa.

Mas como respeito você, aceitei seus comentários e me reservo o direito de discordar de sua opinião.

Alisson Marques disse...

vc está mal informada, é só digitar no google nenê constantino! e vai ver ele estava na cadeia até semana retrasada. na cadeia não, estava em prisão domiciliar, por que nesse país só pobre vai pra cadeia. eu realmente me equivoquei, ele é acusado de mandar matar 2 trabalhadores, e tentar assassinar uma terceira pessoa. Se fosse pobre estaria mofando na cadeia. A tal da legalidade do transporte na verdade não existe, que legalidade é essa que permite tamanha safadeza no transporte de londrina. até agora não vi nenhum vereador do PT defender diminuição da tarifa. inclusive vi ele defendendo o aumento várias vezes.

Lorena disse...

Meu caro, da próxima vez esclareça de qual "dono" você está falando. Gosto de falar com gente que fala às claras. Não defendo bandido. Nunca defendi. E quem me conhece sabe da minha idoneidade.

Quanto à legalidade no transporte, o que temos hoje está dentro da legalidade graças a uma lei criada pelo PT (de que, você tanto fala): a lei de concessão que foi debatida e aprovada pela Câmara e que regularizou uma situação de mais de 50 anos. Graças a esta lei houve uma licitação e venceram duas empresas.

Quanto à safadeza no transporte, eu entendo que você quer dizer, mas não sei como, deve ser quanto à qualidade no serviço. Se as pessoas realmente se preocupassem com isso se mobilizariam para melhorar a qualidade. Mas se você quiser saber alguma coisa sugiro que coloque este endereço em seu navegador: http://home.londrina.pr.gov.br/noticias/indexnovo.php?acao=mostrar_noticia&id_noticia=12860

Quanto a vereador defender valor de tarifa, quero que prove que algum vereador do PT defendeu aumento de tarifa. Eu posso provar que não.

Eu não sei se você é do POR, PSTU ou PSOL, da Heloisa Helena que está com processo por não pagamento de impostos. Essa brasileira tão correta e tão "leal", ou se é só um desinformado do bando do senso comum, mas estude bastante e avalie realmente as coisas. Se aprofunde. É o meu conselho. E isso serve para este seu comentário e o outro sobre o Lula.



Quanto a